terça-feira, 26 de agosto de 2014

Bruges, um lugar encantador...

Antes de chegarmos a Bruges já sabíamos que era um lugar encantador, mas não sabíamos o quão encantador era. As ruas, as casas, os canais são quase como uma viagem ao passado até à Europa medieval e graças a isto esta pequena cidade da Bélgica transformou-se no principal ponto turístico do país. 
O centro histórico de Bruges é, desde 2000, Património da Humanidade, por ser um "excelente exemplo de assentamento medieval" tendo mantido as sua características ao longo da história. 



Dividida por canais, Bruges é conhecida como a “Veneza do Norte”. Localizada a cerca de 1 hora de carro da capital belga, Bruxelas, a cidade abriga apenas 120 mil habitantes e chega a receber três milhões de visitantes durante o ano todo. 


Com centenas de anos de história, suas principais edificações foram erguidas durante o período que vai do século XIII ao século XV e que foi marcado pelo seu ápice económico, graças ao comércio de tecidos. Como herança, ficaram os grandes e imponentes edifícios, onde verdadeiras viagens por séculos diferentes podem ser feitas, sem ser necessário muita coisa: basta curiosidade e disposição para conhecer as maravilhas de Bruges. 

Em Bruges não fizemos planos, caminhamos e fomos descobrindo. Dois dias são suficientes para conhecer.

As duas grandes atrações do Centro Histórico de Bruges são duas praças: a Praça do Mercado (Grote Markt) e a Praça Burg.

A Praça do Mercado foi o berço da época de ouro da cidade e hoje é seu principal ponto turístico. Encontramos várias casinhas coloridas, lojas e restaurantes, construídos há séculos e que souberam preservar as características arquitectónicas que lhes deram origem.




Nesta praça encontramos a Torre Belfort com 83 metros de altura, 366 degraus e um carrilhão com 47 sinos, foi usada pela guarda local, durante o século XIII, como ponte de observação para proteger a cidade contra ataques inimigos. Hoje, pode ser visitada e oferecendo uma bela vista panoramica de Bruges.











Na Praça Burg, podemos encontrar o edifício da Câmara e o edifício Liberdade de Bruges. O primeiro foi construído aos moldes no estilo gótico, enquanto o segundo segue as tendências renascentistas, abrigando ainda 48 réplicas de estátuas de condes e condessas de Flandres – nobres que fizeram parte da fundação da Bélgica.




Podemos ainda encontrar nesta praça a Basílica do Sangue Sagrado (Basílica Heilige Bloedbasiliek) com duas capelas, a mais antiga, construída em estilo romano, expõe os artigos devotos, enquanto a segunda, em estilo gótico, abriga o famoso relicário que, segundo a lenda, guarda o sangue de Cristo, colhido por José de Arimateia.




A Catedral de São Salvador (Catedral de St Salvatorskathedraal) é a principal igreja de Bruges. Construída no século X, foi nomeada catedral em 1834 e ao longo de toda a sua existência passou por inúmeras ampliações. Conta com uma torre de 99 metros de altura e abriga, no seu interior e altar, obras e objectos religiosos de diferentes épocas como por exemplo, pinturas de Rubens.



O Parque de Minnewater é formado por um lago canalizado, de mesmo nome, e dá boas-vindas a quem chega à cidade de comboio. Conhecido também como o ‘lago do amor’, o local abriga uma concorrida ponte, responsável por garantir vistas panorâmicas da bela Bruges.



Sugiro também um passeio de barco pelos canais de Bruges. Os canais formam um anel e foram usados, durante a Idade Média, como importantes rotas de circulação de mercadorias. Erguidos no século XIII, há quatro importantes pórticos que ligam a cidade com o mundo exterior. Este passei proporciona-nos uma verdadeira aula de história e de arquitectura.







Pequena e surpreendente, Bruges é, na verdade, uma das maiores surpresas da Bélgica, imperdivel e inesquecível, não acham?

1 comentário:

  1. Olá,
    Parabens pelo post no Blog! 
    Hoje em,dia qualquer dica, ajuda para quem quer morar for a ou fazer intercâmbio é válida. Visite o site da nossa agência de intercâmbio com base em Brighton na Inglaterra JapStudies.com (Juniors, Adults & Professionals Studies). Como nosso serviço é em sua maioria online os custos são muito mais baratos do que se comparado com as empresas no Brasil e você pagará seu curso diretamente para a escola através de uma transferência bancária internacional com a cotação do Banco Central.
    Entre em contato com a gente e peça um orçamento sem compromisso 
    Um forte abraço JapStudies.com

    ResponderEliminar